Conto ….part.4

A srta. Morte apareceu ao meu lado. Vestida da mesmo forma e com os mesmos olhos azuis brilhante, ela parecia estar espantada…

– O que o Senhor deseja? Estou meio ocupada no momento então seja rápido…
-Eu quero ver a minha familia…
-A sua família está na sua frente.
_Não, eles estão ali porque eu desejei isso. Eles são o meu sonho… apenas um sonho… Eu quero ver a minha familia de verdade…
-Uhm… Entendo… Aquilo realmente não são as mulheres da sua vida… Mas isso é o mais perto que vc chegará delas… Não é permitido almas se encontrarem depois do termino da vida….
-Como assim “não é permitido”? Eu exijo ver as minhas meninas e a minha mulher!!!
-Isso não pode acontecer! Entenda ! Quando uma alma se liberta do corpo ela não pode se encontrar com outra porque pode ocorrer das lembranças da vida passada voltarem e atormentarem a nova alma…
-Mas eu me lembro de tudo !
-E está atormentado! Entendo o que digo!? Como vc poderá ser feliz aqui se ainda é ligado ao passado… Você sofreu demais … descanse… Deixe-se iludir como todos os outros fazem…
-Não… Eu quero me encontrar com elas… Prometi que ficariamos juntos até em outra vida… Prometi isso a elas…
-Olha! Isso é impossível de acontecer… Nunca foi feito e nunca será… Agora se vc me der licença tenho mais o que fazer…

Então A Morte se foi.
Daniel não conseguia mais olhar para aqueles “sonhos ” de familia… Então desejou que elas desaparecessem…
Quando abriu os olhos estava sozinho outra vez no seu escritório escuro e cheio se poeira.Sentou na sua poltrona velha mas ainda confortavel e começou a pensar… Ele não soube quanto tempo ficou ali. Não tinha mais noção de tempo… tudo ali não era verdadeiramente real. Foi então que ele teve uma idéia.
Colocou-se de pé e fechou os olhos…

-Se eu posso criar tudo com um desejo… Então DESEJO CRIAR UMA PORTA QUE ME LEVE PARA ONDE A MINHA VERDADEIRA MULHER ESTÁ!

Quando abriu os olhos estava em um lugar diferente…. Era muito escuro… olhou para os lados e a escuridão era interminável… Então ele notou um pequeno ponto brilhante a sua frente. Uma maçaneta flutuava e brilhava em meio a escuridão do lugar. Daniel então colocou a mão na maçaneta e a girou. Luzes começaram a surgir no alto… parecia que uma chuva de estrelas cadentes cortassem o céu e iluminassem tudo… Daniel sentiu como se voasse … Depois teve certeza que estava caindo… Não conseguia gritar nem abrir os olhos… estava com medo do que iria encontrar… Então sentiu que seus pé estavam em terra firme outra vez…
Abriu os olhos e viu um jardim lindo a sua frente… Flores de todas as cores e perfumes brotavam da terra… O Sol iluminava tudo e o céu era azul e com algumas nuvens brancas.. Enormes árvores de Cerejeiras completavam aquela pintura viva… Tudo era perfeito…
Daniel então viu uma Mulher sentada embaixo de um árvore peculiar… Ela não tinha flores nem folhas… e a sua volta as flores que nasciam da terra estavam murchas e secas…
Ele então foi em direção de sua mulher….

continua….

~ por DaNieL em 24/02/2008.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: