Conto part.5 – Final

A cada paço que dava seu coração batia mais forte… Reencontrar o amor de sua vida era um sonho se tornando realidade.Não,mais que isso… Era algo que nenhuma palavra podia expressar…
Porém ele estava tendo dificuldade em andar em direção a sua mulher… As flores pareciam tentar impedir que isso acontece-se. Elas grudavam em sua roupa e se emaranhavam em seus pés…Os espinhos das rosas faziam pequenos cortes em sua perna e pétalas de lírio (que forravam o chão) o faziam escorregar…
Quando estava na metade do caminho suas pernas estavam totalmente envoltas por flores… Não conseguindo mais se mexer… ele começou a gritar o nome de sua mulher, mas não obteve resposta… Era como se ele não estive-se ali.. como se fosse invisível…como se fosse… nada…
Lágrimas mais uma vez começaram a escorrer de seus olhos…Caindo de joelhos e sem mais forças para prosseguir pensou na única pessoa que o podia ajudar.Falou baixinho, quase sem emitir som…
-Srta. Morte , por favor me ajude…
Então a alguns metros de onde ele estava ajoelhado ELA surgiu…
Como já dissera antes, mais bela impossível de ser. Não é irônico a coisa mais bela a existir é A Morte…^^
-Sr.Daniel vejo que o senhor está meio enrolado no momento…
-Sem gracinhas por favor…
-Desculpe, mas é que as vezes A Morte precisa ter senso de humor…
-Porque as flores não me deixaram chegar perto dela.!?!?
-Como eu disse.. É impossível … Ainda bem que você desistiu… Só o criador sabe o que poderia acontecer com vc se chega-se tão perto dela…
-Mas eu não desisti !!
Daniel tentou se levantar mas suas pernas estavam ainda mais amarradas que antes.
-Olha eu nunca fui de dar conselhos. Mesmo porque conselhos não iriam adiantar na morte… Mas a situação aqui é diferente… Olha eu gostei de você e não quero que você sofra mais… por isso volte para o seu canto…
-Pior do que estou eu não posso ficar !!! Então eu vou continuar !!!
Então com todas as suas forças Daniel conseguiu se levantar, as flores que amarravam as suas pernas se arrebentaram, ele começou a correr o mais rápido que conseguia deixando A Morte para trás…
As flores ainda tentavam agarrar os seus pés mas não conseguiam para-lo. Estava cada vez mais perto de sua mulher, gritava com todas as forças e quase ficara sem ar para continuar a corrida…
Quanto mais perto chegava percebia que as flores ficavam cada vez mais sem cor… era como se fosse um degradê da vida… Em um determinado momento as flores não mais tentavam segurar os seus pés… Elas não tinham nem forças para se manter em pé… Parou de correr e se pôs a caminhar com calma e sem tirar os olhos da mulher sentada junto árvore…

-Oi… ele disse
-Oi… ela respondeu.
-Posso me sentar?
-Pode sim…
-Obrigado…
-…. Sabe… Você demorou para chegar…
-Tive alguns contra tempos…
-Eu.. eu.. senti sua falta…
-Também senti…
-Eles quase me enganaram com uma família falsa…
-Eu quase fui enganado também…
-Mas eu não podia ir te procurar não é… você não estava aqui… Não que eu queria que estive-se mas… senti sua falta …
-Ei não chore! … tudo vai ficar bem…
-Eu sei…
-E onde estão as nossas filhas??
-São anjos agora. Cuidam das pessoas vivas…
-Entendo… Todas as crianças viram anjos não é?
-É sim… todas são… antes e depois da vida…
-Agora vamos ficar bem…. Agora que estamos juntos…
-…
-O que foi Eleanor? Por que vc está chorando de novo?
-Não vamos ficar juntos Daniel… Não podemos… Ela me disse…
-Podemos sim… é só acreditar… e ela quem…?
– A Morte… Ela veio me dizer… eu tenho muito medo dela…você a viu também?
– Não se preocupe ela não vai nos impedir…estamos juntos não é… Nem a morte nos separou… Ela não pode fazer nada…
Daniel ajudou Eleanor a se levantar. Juntos caminharam entre as flores que agora já não estavam caídas e sem vida… Estavam perfumadas e lindas…. Caminharam de mãos dadas rumo ao horizonte…
-Então para onde você quer ir?
– Quero ir para casa…
– É não tem nada melhor que a nossa casa…
-Com certeza….
Então os dois nunca mais foram vistos. A Morte não sabe o paradeiro deles já que ela não os viu renascer de novo. Talvez o criador tenha punido os dois por violarem as regras da pós-vida… Talvez ele não tenha feito nada e tenha deixado eles viverem juntos para sempre… Mas isso não importa… Não temos nada a ver com a vida deles… Temos que nos preocupar com a nossa… E se um dia conseguirmos viver uma pós-vida de eterna felicidade então será ótimo… Se não… Bem existe sempre A Morte para nos ajudar a renascer e tentar de novo….
-Esqueci de dizer uma coisa… Vim até aqui só para dizer isso…
-O que?
-Me desculpe…
-Não diga isso…
-Me desculpe por deixar vocês a sós…
-Eu te desculpo se prometer ficar comigo para o resto da eternidade…
-Prometo. Para sempre junto de você. Nessa vida..
– E em outra.!
Fim

..
.
.
.
.
.
Anúncios

~ por DaNieL em 17/03/2008.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: